NÃO HÁ BÍBLIA SEM IGREJA

por Everth Queiroz Oliveira

Quantcast

papa (8)

Meu avô é um católico e leitor assíduo das Sagradas Escrituras. Certa vez, conversando com um adventista sobre a Bíblia, este lhe revelava sua admiração pela fé do meu avô. “Mas, como o senhor, sendo católico, lê tanto a Bíblia?”, o adventista perguntava. Meu avô explicou que infelizmente muitos católicos se deixavam levar pelo comodismo de não querer anunciar a Palavra de Deus e acabavam não dando tempo à leitura das Escrituras. O adventista insistiu: “O senhor, lendo a Bíblia assim, vai deixar de ser católico fácil”, ao que meu avô retrucou: “Se eu for ler a Bíblia pra deixar de ser católico, prefiro parar de ler a Bíblia”.

Quando meu avô me contou a história, fiquei feliz em ver que ele confiava na autenticidade do Magistério da Igreja e não se deixava levar pela tola conversa do livre exame proposta por Lutero. São Pedro já advertia que “nenhuma profecia da Escritura é de interpretação particular” (2 Pd 1, 21). E não é mesmo. O intérprete das Escrituras é o Espírito Santo e, como esse foi dado à Igreja, somente Ela pode interpretar autenticamente as Escrituras. A primeiro momento, pode parecer arrogância. “Ah, por que a Igreja pode interpretar de maneira correta a Bíblia?”

Ora, justamente porque foi a Igreja Católica que definiu o Cânon das Escrituras. Foram os bispos da Igreja que se reuniram e decidiram quais seriam os Livros Sagrados. Mais exatamente no século IV, o papa Dâmaso estabeleceu, num decreto denominado gelasiano, quais seriam os livros verdadeiramente inspirados pelo Espírito Santo. “Agora verdadeiramente devemos discutir sobre as Divinas Escrituras, quais são aceitas pela Igreja Católica no universo e quais devem ser rejeitadas.” Foi assim que nasceu a Sagrada Escritura. Da autoridade do Magistério da Igreja, da análise dos bispos da Igreja Católica, do exame dos Santos Padres.

Quando você tira a base da autoridade da Bíblia, que é a Igreja Católica, sobra a incoerência. Os protestantes bradam “Bíblia sim, Igreja não”, mas não percebem o quanto é louca e insana essa afirmação. Eles dizem, sem dúvida, que a Bíblia é inspirada pelo Espírito mas negam que devem se submeter à autoridade da Igreja. Para eles, a Igreja é coisa de homens e, portanto, não deve ser levada a sério. O grande problema é que essa fé nas Escrituras deriva justamente da fé na infalibilidade do juízo da Igreja. E é aí que a base da sola scriptura vai para o buraco.

E como é justamente a Igreja a pedra sobre a qual está autoridade da Bíblia Sagrada, é justamente sobre a Igreja que deve estar consolidada a verdadeira interpretação das Escrituras. Se foi ela que definiu os livros que estavam verdadeiramente inspirados pelo Espírito Santo, também é ela que vai afirmar qual interpretação dos Livros Sagrados está correta. Como os protestantes não têm essa base, cria-se, então, uma confusão. É o livre exame. Cada um interpreta a Sagrada Escritura do jeito que quer. São, como dizia Nosso Senhor, cegos guiando cegos. E se aquela interpretação não agrada, uma nova igreja é fundada; e se aquela nova igreja fundada desagrada em seu discurso, criam-se outras. Criam-se mais e mais igrejas.

Nós cremos nas palavras da Bíblia e cremos que ela é inspirada pelo Espírito. Mas nós também cremos na Igreja, pois, assim como as ovelhas reconhecem a voz do pastor, assim também os primeiros Padres da Igreja, em comunhão com o bispo de Roma, reconheciam Nosso Senhor, identificavam os verdadeiros Evangelhos e rejeitavam os falsos. Que a Virgem Santíssima conduza ao redil de Nosso Senhor os cristãos que ainda não crêem na autoridade da Santa Igreja Católica. Abra-lhes os olhos o Espírito da Verdade.

Graça e paz.
Salve Maria Santíssima!

Fonte: http://beinbetter.wordpress.com/2010/06/20/nao-ha-biblia-sem-igreja/

Postado em: https://carloslopesshalom.wordpress.com

Anúncios

2 comentários em “NÃO HÁ BÍBLIA SEM IGREJA

    1. Shalom, Hélio!

      Em primeiro lugar, obrigado por visitar o Blog e postar o seu comentário…
      Sobre ele, o que posso lamentar é por você não ter lido o artigo até o fim: iria entender o significado da frase que tanto te causou “espanto”…
      Até porque, ler a Bíblia só nos faz cada vez mais católicos! Por isso, realmente seria impossível um verdadeiro católico desprezar a Bíblia Sagrada!

      Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s